sábado, 29 de outubro de 2016

Colecionadora reúne 60 bonecas 'Emília' no Sítio do Picapau Amarelo

Foto: Arquivo Pessoal/Lidiane Squarcini
A boneca Emília, personagem infantil criada pelo escritor Monteiro Lobato, virou tema de exposição no Sítio do Picapau Amarelo, em Taubaté (SP). Os visitantes vão ver 60 bonecas fabricadas a partir dos anos 50 na exposição que é gratuita e pode ser conferida até o dia 27 de novembro.
Se na história original a boneca falante foi feita de pano pela Tia Nastácia, na coleção da dentista Lidiane Squarcini, de 40 anos, elas ganharam novas formas e foram produzidas a partir de diversos materiais, como plástico, borracha e EVA.

A dentista conta que começou a colecionar a boneca há 15 anos quando conseguiu encontrar uma igual à que tinha quando criança.
“Eu gosto de restaurar brinquedos antigos e quando achei a boneca de 1979, a mesma que eu tive aos três anos de idade, comecei a colecionar. A Emília é uma referência para mim, minha avó materna se chama Emília. Ela sempre levava meus irmãos, meus primos e eu ao sítio quando éramos crianças”, relembrou.
De acordo com a colecionadora, a boneca mais antiga da exposição é de borracha e foi fabricada em 1953.  Ela era um brinde entregue junto com as cestas básicas distribuídas em fábricas e indústrias da época. A boneca mais cara é uma customizada avaliada em cerca de R$ 1,5 mil. As bonecas variam de 8 a 90 centímetros.

“Elas são o meu xodó. A minha filha de sete anos  já sabe que não pode mexer. Quando chega uma boneca nova eu deixo ela ver e brincar um pouquinho, depois ela é guardada junto com as outras", afirmou Lidiane.

"Assim como eu tento resgatar as brincadeiras antigas com ela, sem tablet nem celular, a exposição pode influenciar outras crianças sobre a importância de brincar, sem o uso de eletrônicos”, concluiu.

Exposição
A ideia de fazer a exposição 'Emília através dos tempos' surgiu há mais de um ano quando ela levou algumas bonecas para tirar fotos no Sítio, com o objetivo de participar de um concurso de fotografia.
A dentista conta que, quando chegou com as bonecas, atiçou a curiosidade dos visitantes,sendo que alguns deles relembraram que tiveram uma. Após a visita, ela foi convidada pela administração do local para expor.

“Fiquei um ano me preparando e juntando novas bonecas. Algumas que eram sucata ganharam muito valor. Quando amigos, parentes e pessoas que me acompanhavam pela internet souberam, ganhei mais algumas. Eu tinha 25 e neste ano de preparação esse número saltou para 60”, completou.

Na exposição, as bonecas ficam expostas em vitrines. A maior delas fica disponível para as crianças tocarem - é uma que ‘gruda’ nos pés e nas mãos das crianças, para que elas possam andar juntas. A exposição é gratuita e pode ser conferida até o dia 27 de novembro. O sítio está localizado na avenida Monteiro Lobato, s/nº, na Chácara do Visconde em Taubaté.


Fonte: http://g1.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário